quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Salada de Fruta

O meu pai está se mudando. O apartamento onde ele vive há mais ou menos 10 anos foi vendido, e ele ainda não encontrou o apartamento que deseja comprar. Então, fomos em busca de um lugar para ele alugar, para que fique até que encontre o desejado e doce lar. Diria que é uma tarefa bem árdua e cansativa. Mas, a parte divertida foi passar o dia todo com meu "velho". Observação: se dependesse dele eu teria uns 125kg. Ele quer fazer TUDO para eu comer. Fato é que eu quero comer TUDO o que ele faz (rs). Entretanto, a calça já está começando a não gostar tanto assim de entrar nas minhas pequenas e finas pernas. 

No final da tarde, nós (eu) decidimos ir à Etna. Que lugar sensacional. Incrível como fiquei encantada, principalmente pelas prateleiras. Estou com um grande e insaciável desejo de organizar os meus livros, que não são poucos. Não que eu leia muito, ok? Tenho livros aqui que tive que ler para provas do ensino fundamental. Após escrever isso, percebi que preciso doar alguns momentos de cultura. Repassá-los só fará bem, a quem irá recebê-los e ao meu quarto. 

Falando em livros, os meus chegaram na terça-feira. Comecei a ler Mil Dias Na Toscana e me parece bem cotidiano e romântico. Estou completamente entretida. 

Quero falar mais duas coisinhas, rapidinho.

Como disse, estou com aqueles quilos indesejados. Assim, entreguei-me novamente à minha alimentação saudável. Busco comer coisas mais naturais. Menos frituras, menos massas e uma grande quantidade de frutas. Não sei se em algum momento eu vou enjoar delas, mas, Mio Dio, é muito bom. Uma fruta geladinha depois das refeições, ou chegar em casa à noite e comer um bocado de salada de fruta. Não lembrava de como eu gostava de me alimentar desta forma. 

E, por fim... Hoje, em um dos instantes no carro, ao lado do meu pai, colocamos um CD que ele ganhou de Natal. Antes de começar uma música, ele perguntou se eu costumava prestar atenção na letra e, após a minha resposta afirmativa, ele disse que aquela era a história da vida dele. Resolvi postar isso, pois senti muita felicidade e orgulho. 


"Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais. Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe. Eu só levo a certeza de que muito pouco sei, ou nada sei. Conhecer as manhas e as manhãs, o sabor das massas e das maçãs. É preciso amor pra poder pulsar, é preciso paz pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir. Penso que cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir tocando em frente. Como um velho boiadeiro levando a boiada, eu vou tocando os dias pela longa estrada, eu vou. Estrada eu sou."

4 comentários:

  1. Essa música é foda!! Saudades do Lindô!! =)

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dessa música! E também gosto de comer fruta bem geladinha...rs

    Parabéns pelo blog,

    saudades,

    Rafa (Mano) Ireno

    ResponderExcluir
  3. Adorei passear por aqui. Voltarei em breve!!

    ResponderExcluir